On-premise x Cloud Computing: Uma História Real sobre um Novo ERP ou um Novo Sistema

On-premise x Cloud Computing: Uma História Real sobre um Novo ERP ou um Novo Sistema

Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabe como funciona o dimensionamento de hardware na aquisição ou upgrade de ERP e sistemas no cenário atual da maioria das empresas? 

O que você verá a seguir não é uma obra de ficção, muito pelo contrário. Qualquer semelhança com fatos ou situações reais, partiram de um mesmo objetivo.

1 – Uma empresa está indo bem, mas decide mudar de software ERP, BI, usar um sistema novo ou mesmo fazer um upgrade da versão atual;

2 – Após várias reuniões, uma fumaça branca sobe pela chaminé (não foi dinheiro queimado, de fato uma decisão foi tomada). A organização fez a escolha do software e da empresa que irá realizar a implantação;

3 – A dona do software ou a consultoria que irá realizar a implantação dá uma “pequena exagerada” no dimensionamento do hardware. É uma forma de garantir a performance adequada, evitando que falte performance de processador, memória ou velocidade dos discos. O dimensionamento proposto é baseado em algum outro cliente de mesmo tamanho e segmento que “parece similar”;

4 – A TI do cliente, a empresa que vai utilizar o sistema, prevendo o crescimento do negócio e também para aproveitar o momento para melhorar os servidores, adiciona um “pouco” mais de processador, memória e disco. O Gerente de TI deseja realmente que o negócio cresça, e não quer voltar no próximo ano pedindo mais dinheiro para upgrade de servidores. Afinal, um upgrade quase sempre custa mais do que servidores novos;

5 – Após alguns meses (em alguns casos, anos) de trabalho, o software é implementado. Como ninguém mais lembra das exigências de hardware, o negócio reage um pouco diferente do previsto e na prática a utilização da capacidade computacional fica em uma média de:

  • 50% de RAM
  • 20% de CPU
  • 60% da Storage

6 – Os anos se passam (normalmente cinco anos), a garantia vence e não existe mais suporte para o modelo do Servidor ou da Storage. Sob essas circunstâncias, o fabricante pode não aceitar renovar a garantia/suporte ou cobrar caro para realizar o serviço.

Há duas possibilidades:

a) Se a empresa se encontrar em um bom momento, compra-se novos servidores de um tamanho novamente maior e mais dinheiro é gasto.

b) Se o negócio estiver diminuindo e o cenário político estiver nebuloso, a empresa opta por correr o risco, torcendo para que os servidores não deem defeito, ou renova a garantia/suporte.

Veja agora um cenário envolvendo a nuvem (Cloud Computing):

1 – A empresa dona do software ou a consultoria exagera no dimensionamento do hardware;

2 – A TI do cliente solicita à Infomach que disponibilize capacidade computacional em nuvem AWS do tamanho solicitado;

Leia também: a estratégia de envolver parceiros no seu projeto de migração para a nuvem

3 – A Infomach põe à disposição a infraestrutura em nuvem, além de monitorar seu uso. Após alguns dias, a Infomach revela para a TI que o consumo na prática está sendo menor e reduz a infraestrutura e consequentemente o custo;

4 – O negócio do cliente cresce, a TI solicita que a infra em nuvem se amplie. Se negócio diminui, a TI solicita que a infra diminua. O custo da TI sobe e desce praticamente no mesmo ritmo dos negócios. Férias coletivas? Que tal desligar a infra ou diminuir ao mínimo e economizar dinheiro?! A infraestrutura é desligada.

On premise vs cloud computing: No cenário que envolve a nuvem, a empresa poderia ainda mudar de sistema ou o sistema mudar de versão: banco de dados sair de Microsoft SQL Server, sair de Oracle, mudar para DB2, Postgre, dentre outras possibilidades.

Clique aqui para assistir o vídeo sobre a migração da Máxima Tech para a nuvem

Como a nuvem é flexível, é possível mudar sua infra conforme as necessidades do negócio, simplesmente modificando a infra em nuvem para atender à demanda.

Essa história faz sentido pra você? Já viu uma situação semelhante acontecer? Vamos conversar sobre escrever uma nova história na TI da sua empresa, alinhando-a realmente às especificações do seu negócio.

Fale com a Infomach! Temos um time de especialistas em migração para a nuvem, gerenciamento e cibersegurança. Nós já ajudamos várias empresas a melhorar seus negócios e atender melhor seus clientes utilizando Cloud AWS com segurança e custos otimizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *