5 tipos mais comuns de ameaças que você precisa conhecer

Às vezes, as ameaças cibernéticas parecem implacáveis ​​e estão se tornando mais perigosas a cada dia. Enquanto a internet apresenta aos usuários muitas informações e serviços, também inclui vários riscos. Os ataques cibernéticos estão aumentando em sofisticação e volume, com muitos cibercriminosos usando uma combinação de diferentes tipos de ataques para atingir um único objetivo. Embora a lista de ameaças potenciais seja extensa, abaixo você verá as ameaças de segurança mais comuns que deve procurar.

1. Malware

Abreviação de “software mal-intencionado”, o malware é apresentado de várias formas e pode causar sérios danos a um computador ou a uma rede corporativa. Existem várias formas de malware, desde vírus e worms até Trojans e além. O malware é frequentemente visto como um termo abrangente que se refere a qualquer software projetado para causar danos a um computador, servidor ou rede.

O software antivírus é o produto mais conhecido para proteger seus dispositivos pessoais contra malware e é um ótimo começo para evitar possíveis ameaças. Enquanto para empresas, proteger seu endpoint é essencial para detectar, prevenir e corrigir rapidamente ameaças avançadas ao seu negócio.

2. Worm de Computador:

O traço distintivo de um worm é que ele pode se auto-replicar e não requer interação humana para criar cópias e se espalhar rapidamente e em grande volume. A maioria dos worms é espalhada, enganando os usuários da Internet e projetados para explorar buracos de segurança conhecidos no software. Como muitos funcionários usam seus Smartphone e notebook para tarefas relacionadas ao trabalho quando não estão dentro do perímetro de seu firewall corporativo, as empresas correm um alto risco de possíveis worms. Se uma máquina estiver infectada, o worm pode: corromper arquivos, roubar dados confidenciais, instalar um backdoor que forneça aos cibercriminosos acesso ao seu computador ou modificar as configurações do sistema para tornar sua máquina mais vulnerável.

3. Spam:

Spam refere-se a mensagens não solicitadas na sua caixa de entrada de email. Do ponto de vista do remetente, o spam é uma ótima maneira de transmitir sua mensagem de maneira eficiente e econômica. Embora o spam seja geralmente considerado inofensivo, alguns podem incluir links que instalarão software malicioso no seu computador se o destinatário clicar nele.

Como você reconhece spam malicioso? Primeiramente, se você não reconhecer o endereço do remetente, não o abra. Além disso, se o endereço de e-mail de uma maneira genérica, ou seja, “Caro cliente”, “Olá,” etc., não participe. Esteja ciente dos links incorporados e verifique se eles têm URLs ímpares passando o mouse sobre eles para ver onde ele deseja direcioná-lo e se o URL de destino corresponde ao site de destino esperado.

4. Phishing

Criados por cibercriminosos que tentam solicitar informações confidenciais ou privadas, os esquemas de phishing tendem a ser o ponto de partida de quase todos os ataques cibernéticos bem-sucedidos. Os esquemas de phishing podem se disfarçar de várias formas, seja seu banco ou um serviço da Web comum, com o único propósito de atraí-lo clicando em links e solicitando a verificação de detalhes da conta, informações pessoais ou senhas. Muitas pessoas ainda associam ameaças de phishing a e-mails, mas a ameaça evoluiu além da sua caixa de entrada. Os hackers agora estão empregando mensagens de texto, telefonemas, aplicativos falsos e testes de mídia social para enganar uma vítima inconsciente.

5. Botnet:

O malware de botnets é uma rede de computadores que foram sequestrados ou comprometidos, dando aos hackers a capacidade de controlar computadores infectados ou dispositivos móveis remotamente. Quando o malware é lançado em seu computador ou dispositivo móvel, ele recruta seu dispositivo infectado em uma rede de bots, e o hacker agora pode controlar seu dispositivo e acessar todos os seus dados em segundo plano sem o seu conhecimento.

Uma botnet pode consistir de apenas dez computadores ou centenas de milhares e, quando os bots se juntam, eles são uma força a ser considerada. Se um botnet atingir o site corporativo, ele poderá fazer milhões de solicitações ao mesmo tempo sobrecarregar os servidores, desativando o site, reduzindo o tráfego na Web ou afetando o desempenho. Como muitas empresas sabem, um site que esteja off-line ou com um longo tempo de atraso pode ser muito caro, resultando em perda de clientes ou reputação prejudicada.

Para saber como proteger sua empresa destas e outras ameaças fale com a Infomach http://info.infomach.com.br/contato_especialista

A Infomach fornece soluções de segurança da informação, Cloud & infraestrutura para que empresas possam criar, inovar e crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *