Infomach - Aprenda a se proteger contra ameaças criptografadas!

Aprenda a se proteger contra ameaças criptografadas!

*Por José Vicente Jonas França, Analista de Redes e Segurança da Informação na Infomach

Temos uma falsa sensação de segurança ao navegar pela internet quando visualizamos o cadeado verde de segurança, ao final, se é verde é bom, podemos ir clicando e acessando que estaremos seguros! Mas essa não é a realidade, as ameaças se adaptaram e estão utilizando desta segurança para fins maliciosos.

cadeado verde de segurança site

O Tráfego criptografado SSL/TLS está se tornando cada vez mais utilizado por toda internet. Segundo a NSS Labs, 75% da internet será criptografada até 2019.

Quantidade de conexões HTTP/HTTPS segundo relatório anual de ameaças da SonicWALL

Quantidade de conexões HTTP/HTTPS segundo relatório anual de ameaças da SonicWALL

 

O desafio: como manter a segurança da rede atualmente?

Proteja-se contra ameaças criptografadas

 

Vamos fazer uma analogia com a imagem acima: um policial (firewall) controlando o fluxo de tráfego. Ele consegue ver os carros (pacotes) e as placas (cabeçalhos). Ele consegue determinar quem pode prosseguir ou não pelo cruzamento (perímetro). Porém, ele não consegue ver se o carro possui uma bomba em seu porta-malas (payload).

Sem saber sobre a bomba (malware), o policial deixará a ameaça passar sob sua supervisão, sem saber o que está acontecendo.

Como resolver o problema?

Proteja-se contra ameaças criptografadas

 

Como podemos dar super poderes ao policial, para que seja possível olhar dentro do porta-malas e prevenir a ameaça, mesmo que esta bomba esteja dentro de um cofre (SSL/TLS)?

O Super-Policial (SonicWALL) consegue identificar as ameaças utilizando sua tecnlogia de RFDPI com inspeção de trafego criptografado e sandbox.

Esta tecnologia patenteada pela SonicWALL é capaz de identificar e prevenir as ameças conhecidas e desconhecidas, afinal de contas ninguém quer ser o paciente zero.

A Ameaça: Ransomware

A Ameaça: Ransomware

Todos conhecemos alguém que já foi vítima de sequestro de dados: Ransomware. Esta ameaça é uma fantástica fábrica de dinheiro para hackers ou qualquer pessoa mal-intencionada. Hoje, é possível contratar uma espécie de “serviço”, onde é possível enviar estas ameaças e fazer dinheiro com bitcoins com apenas alguns cliques. O Ransomware utiliza um túnel de comunicação SSL em seu centro de comando para iniciar a criptografia dos dados e pedir o resgate dos seus dados

Segundo a empresa Cybersecurity Venture, os danos provocados por Ransomware superam $5 Bilhões de dólares em 2017.

 

Como prevenir o ransomware e outras ameaças criptografadas com SonicWall?

As configurações são fáceis de serem ativadas, porém exigem ajustes para se adaptar as necessidades de cada rede.

  1. Assinatura do AGSS
  2. Ativar Gateway Antivirus
  3. Ativar Intrusion Prevention
  4. Ativer Geo-IP Filter
  5. Ativar Botnet Filter
  6. Ativar DPI-SSL Client Inspection
  7. Configurar Content Filtering Service
  8. Ativar e configurar Application Firewall Rules
  9. Ativar Capture(Sandbox)
Quantidade de tentativas de Ransomware bloqueados pela SonicWALL em 2016

Quantidade de tentativas de Ransomware bloqueados pela SonicWALL em 2016

 

Ponto de atenção: Aplicações com Certificate and Public Key Pinning

 

Estas aplicações não irão funcionar com a Inspeção SSL ativada. Considere configurar exclusões para seu funcionamento, porém estará abrindo uma brecha para malwares.

Exemplo: Dropbox Cliente, utiliza cert pinning, quando ativado dpi-ssl o cliente não irá sincronizar os arquivos. Criando uma exclusão o cliente irá funcionar, porém nenhum arquivo será inspecionado pelo SonicWall.

Solução alternativa: Utilizar a página do Dropbox para upload e download dos arquivos. Funcionará normalmente inspecionado pelo DPI-SSL, ou seja, com segurança.

 

Considerações finais

 

  1. Faça uma avaliação de risco e segurança para identificar suas necessidades
  2. Faça o upgrade para uma solução capaz de inspecionar todo o trafego SSL com Sandbox
  3. Atualize suas políticas de segurança para inspeção do tráfego SSL
  4. Treine constantemente sua equipe e colaboradores sobre o perigo de phishing e spams, engenharia social, sites maliciosos e downloads
  5. Nunca aceite certificados auto assinados ou inválidos para navegação
  6. Mantenha atualizados todos os softwares e sistemas operacionais. Isto irá corrigir vulnerabilidades de SSL já corrigidos.

 

Este artigo foi escrito por José Vicente Jonas França, Analista de Redes e Segurança da Informação na Infomach

Este artigo foi escrito por José Vicente Jonas França, Analista de Redes e Segurança da Informação na Infomach

 

 

 

 

 

 

 

 


Orçamento SonicWall Infomach